Acon prevê comprar mais um ISP ainda este ano. Vero, em janeiro


O fundo Acon Investments, dono de quatro operadoras regionais, distribuídas entre Nordeste e Minas Gerais, está prestes a fechar a aquisição de mais um provedor regional de internet. De acordo com o CFO do grupo, Sebastian Balbuena, o ISP fica no estado de São Paulo e o contrato deve ser firmado ainda até o final deste ano. Ele participou hoje, 31, de painel sobre fusões e aquisições no mercado de banda larga durante a Futurecom 2019.

Outra aquisição deve acontecer ainda no primeiro trimestre de 2020. Com isso, o grupo passará a ter seis provedores sob seu guarda-chuva. Balbuena explicou ao Tele.Síntese, após o painel, que todos operam com marca própria. “Verificamos que isso é importante, especialmente no nordeste”, afirmou.

PUBLICIDADE

O executivo contou que a estratégia de crescer por aquisição continuará. O fundo costuma comprar 100% do negócio, mas Balbuena falou que há abertura para negociar a aquisição majoritária do negócio, mantendo-se o fundador como sócio. “Muitos querem continuar tocando a empresa, então há casos em que temos o empreendedor participando da sociedade”, afirmou. Segundo ele, o grupo já tem carteiras de 300 mil assinantes.

Vero

Outro grupo que está prestes a crescer por meio de aquisição é o Vero. Criada com a união de oito provedores de Minas Gerais, com marca unificada, e tendo o fundo Vinci Partners por trás, a empresa está em negociação exclusiva com dois ISPs de outros estados do país. Segundo Fabiano Ferreira, CEO da Vero Internet, o objetivo é expandir por todo o Brasil, e não ficar circunscrito apenas ao estado mineiro. Ao meno um dos negócios deve ser concluído em janeiro.

Mas a expansão não para em MG. “Exatamente hoje entregamos duas novas cidades, agora cobrimos 42 municípios. Começamos com 140 mil clientes em janeiro, e em meados de novembro teremos 160 mil”, afirmou. Segundo ele, o crescimento neste ano será de mais de 20%.

O executivo diz que 2019 tem sido um ano de investimentos e preparação para o crescimento futuro. Até dezembro a Vero vai concluir integração dos sistemas entre os oito ISPs que lhe deram origem, passará a trabalhar com um mesmo CRM para todas e um portfólio em comum de ofertas.

Anterior CCJ da Câmara aprova validade de 1 ano para crédito do pré-pago
Próximos Claro integra plataforma de recarga ao Google Pay