99 reajusta repasse a motoristas para compensar alta dos combustíveis


Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

O aplicativo de transporte individual 99 reajusta valores repassados aos motoristas em função do encarecimento dos combustíveis. A empresa afirma que pagará 5% a mais por km rodado aos motoristas de todo o país. Este acréscimo será implementado nos próximos dias em todas as 1.600 cidades onde a empresa opera.

Paralelamente, a plataforma está testando uma solução de subsídio para acompanhar automaticamente as flutuações dos combustíveis, tanto para cima quanto para baixo. Após os testes, o novo recurso teria o potencial de trazer ainda mais transparência e segurança aos motoristas.

PUBLICIDADE

No ano passado, a 99 anunciou um reajuste entre 10% a 25% nos ganhos de seus motoristas, após reclamações de que as plataformas digitais repassam muito pouco aos trabalhadores.

Não é primeira vez que a 99 reajusta a remuneração dos motoristas. A empresa criou ano passado o sistema Mais Ganhos 99, com medidas como o Taxa Zero, que oferece aos condutores 100% do valor das corridas em períodos e cidades específicas, além de mais ganhos com o recebimento por taxa de congestionamento, e taxa de deslocamento continuam vigentes. Há, inclusive, casos em que é empregada a taxa negativa, ou seja, o valor repassado ao motorista é maior que o pago pelo passageiro e esta diferença é custeada pela empresa, afirma.

A partir de hoje, a Petrobras autorizou aumento de 18,7% no preço da gasolina. Este aumento, por si só, terá reflexo de até 0,6% na inflação brasileira, prevista para ultrapassar os 6% este ano. Em 2021, a inflação no país, medida pelo IPCA, subiu 10,06%, mais alta desde 2015. O combustível foi o grande vilão, com alta de 47,49% no período, após 16 reajustes feitos pela Petrobras, mais de uma ao mês.

PUBLICIDADE
Anterior Banda larga fixa recua 3% em janeiro. ISPs perdem 6,3%
Próximos Brasil registra 1,5 milhão acessos do tipo 5G DSS em janeiro