PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Tendências

5G vai representar 35% dos acessos móveis na América Latina em 2027

Estudo da Ericsson aponta para crescimento acelerado na Ásia e na América do Norte, enquanto na América Latina o 4G ainda vai crescer e região ficará para trás na adoção do 5G.
(Crédito: Freepik)
Estudo da Ericsson estima crescimento da demanda por 5G na América Latina e no resto do mundo (Crédito foto: Freepik)

O porcentual é maior do que regiões como África e Europa Oriental. Porém é inferior ao resto do globo. O Sudeste Asiático e a Oceania terão, em 2027, 46% dos assinantes móveis no 5G. No Nordeste asiático, onde está a China, o índice será de 74%. Na Europa, espera-se 82% dos donos de celulares utilizando o 5G. E na América do Norte, serão 90%.

A projeção não tece previsões país a país. Com isso, não especifica dados para Brasil apenas.

Até 2027 o 4G vai crescer sem parar na América Latina – já é a tecnologia predominante, com dois terços dos usuários – e o 3G vai encolher a olhos vistos, conforme as operadoras deixam de investir na tecnologia HSPA.

Apenas em 2021, o 4G ganhou 70 milhões de assinantes na América Latina. O ritmo deve se manter neste ano de 2022, prevê a área de pesquisa de mercado, comportamento e consumo da Ericsson. A título de comparação, o 5G ganhou 64 milhões de assinantes na América do Norte no mesmo período.

Segundo a fabricante, muitas operadoras latino-americanas vão desligar as redes 3G até 2024.

O 5G foi lançado comercialmente na América Latina em sete países, e em outros seis as companhias locais estão em fase de testes. A frequência preferencial de quem ativou redes é a de 3,5 GHz.

Usuários globais

O estudo da Ericsson aponta que existem hoje no planeta 550 milhões de usuários 5G. Até 2027 vai acontecer uma transição do 4G para a nova tecnologia, capitaneada pela Ásia. Naquele ano, o mundo alcançará 4,37 bilhões de acessos na quinta geração.

A empresa estima que os acessos fixos de banda larga vão crescer em ritmo muitíssimo inferior, passando dos atuais 1,32 bilhão para 1,65 bilhão.

Em suma, o 5G vai crescer 41% ao ano, em média, até 2027 no mundo, enquanto o 4G vai encolher 6%, 2G e 3G vão encolher 13% ao ano.

A base de acessos móveis mundial vai crescer pouco: apenas 2%, passando dos atuais 8,23 bilhões de acessos para 9 bilhões daqui a cinco anos.

Consumo de dados – A Ericsson prevê que a quantidade de dados consumida pelos usuários móveis vai aumentar 22% ao ano até 2027, passando da média atual de 12 Gb por mês para 40 Gb por mês.

O relatório, na íntegra, está disponível aqui, em inglês.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Chatbot com IA da Mundiale automatiza vendas dos ISPs em até 84%
ISPs ainda podem contar com envio automatizado de boleto com régua de cobrança para reduzir a inadimplência e com gerenciamento fim-a-fim.