46 operadoras no mundo lançaram redes comerciais 5G


A GSMA, associação mundial das operadoras móveis, divulgou hoje, 5, relatório com previsões sobre o mercado móvel global nos próximos 5 anos. Até 2025, calcula-se que haverá 1,8 bilhão de acessos 5G no mundo, quando estas serão 20% dos acessos. Conforme a entidade, 46 operadoras, em 24 mercados, tinham lançado redes comerciais 5G até 30 de janeiro de 2020.

Apesar do interesse cada vez maior das companhias em implementar a rede de quinta geração, que se tornou realidade no ano passado com o lançamento em países da América do Norte e Ásia, o relatório indica que o LTE seguirá em expansão. Até 2025, o 4G terá 56% dos acessos móveis – atualmente, representa 52%.

PUBLICIDADE

O smartphone tende a se tornar cada vez mais presente. Hoje, usado em 65% das conexões, representará 80% em cinco anos. Na América Latina, passará de 69% das conexões para 79%.

E a quantidade de usuários móveis vai crescer para 70% da população mundial, passando dos atuais 5,2 bilhões de assinantes, para 5,8 bilhões. Na América Latina, 57 milhões de novos usuários serão conectados.

O uso do celular para acessar a internet vai continuar a crescer, passando dos atuais 3,8 bilhões de usuários para 5 bilhões. E o consumo de dados vai se multiplicar por quatro no mundo. Na América Latina, o salto será ainda maior, de 5x.

Outras tecnologias também começam a ganhar relevância no modelo de negócios das operadoras. A internet das coisas, por exemplo, vai dobrar de tamanho nos próximos cinco anos, e atingir 24,6 bilhões de conexões.

Mercado

Em termos financeiros, o setor também ganhará continuará a crescer, lentamente. As receitas das operadoras passarão dos atuais US$ 1,03 trilhão para US$ 1,14 trilhão  em 2025. O Capex, por sua vez, será de US$ 1,1 trilhão distribuído ao longo dos próximos cinco anos, sendo que 78% desses dispêndios irão para a 5G. Na América Latina, o gasto com 5G será proporcionalmente menor, de 62% do Capex.

As operadoras terão papel mais importante no PIB mundial. Hoje, elas contribuem com US$ 4,1 trilhão, o que equivale, pelas contas da GSMA, a 4,7% do PIB do mundo. Em 2024, vão ser responsável por US$ 4,9 trilhões da composição do PIB, ou seja, 4,9%.

O relatório completo pode ser acessado aqui.

Anterior Anatel propõe reduzir lista dos bens da concessão de telefonia que deverão ser devolvidos à União
Próximos Eutelsat vê oportunidade na migração de canais de TV para a banda C planejada