ZTT inaugura fábrica de cabos ópticos em Alagoas


Unidade é resultado de joint venture entre o grupo chinês e a distribuidora Solverde. Inauguração se dá já com planos de expansão, com levantamento de planta de fibra e outra cabos condutores de alumínio.

fibra óptica ztt solverdeAmanhã, 23 de outubro, o grupo de origem chinesa ZTT inaugura sua primeira fábrica de cabos ópticos no Brasil. A unidade fica no município de Marechal Deodoro, em Alagoas, e será também a primeira fábrica de cabos de fibra óptica instalada no Nordeste. A fábrica é resultado de joint venture entre a ZTT do Brasil e a distribuidora Solverde Tecnologia. 

Com investimento inicial de mais de R$ 30 milhões e geração de 108 empregos diretos até 2016, a fábrica produzirá todos os modelos de cabos de fibra óptica para atendimento da demanda nacional. A carteira de clientes já inclui mais de 200 empresas, dentre elas as operadoras TIM, Vivo, Oi e, regionalmente, a Aloo Telecom.

A fábrica de cabos da ZTT no Brasil será a primeira de uma série de investimentos do grupo programados para o estado. Até 2017, a ZTT pretende investir mais de R$ 200 milhões na expansão do seu parque fabril com a instalação de mais duas fábricas: uma de fibra óptica (principal insumo para a fabricação de cabos ópticos) e outra para a fabricação de cabos condutores de alumínio.

Na inauguração, o grupo chinês anunciará também o plano de investir em Alagoas em uma nova fábrica voltada para sistemas de energia solar, incluindo placas fotovoltaicas. “O grupo ZTT tem como principio adotar um estado e investir maciçamente nele, gerando inclusão através de empregos e tecnologia, e assim se tornar um grande parceiro do estado no desenvolvimento social”, diz Alexandre Prioste, presidente da ZTT do Brasil.

Segundo Prioste, a escolha de Alagoas se deu por fatores como sua localização central no Nordeste (próxima ao Porto de Suape e dos demais estados da região), disponibilidade de energia e dos incentivos fiscais e locacionais oferecidos pelo governo alagoano. Com a inauguração da fábrica, o grupo também pretende firmar parceria com universidades e com o governo estadual para investir em pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias.

Anterior Anatel revê preço de faixa de 900 MHz da TIM
Próximos Anatel reduz juros e facilita pagamento de leilão de 2,5 GHz TDD, mas preço ainda depende do TCU