ZTE é multada por manter trabalhadores chineses ilegais


A ZTE do Brasil, subsidiária da empresa chinesa que produz soluções e sistemas de telecomunicações, foi multada hoje em R$ 20 mil por manter funcionários chineses ilegalmente. Policiais federais encontraram dez engenheiros chineses trabalhando na sede da empresa, na zona sul do Rio de Janeiro. Segundo o titular da Delegacia de Imigração do Rio, Ricardo …

A ZTE do Brasil, subsidiária da empresa chinesa que produz soluções e sistemas de telecomunicações, foi multada hoje em R$ 20 mil por manter funcionários chineses ilegalmente. Policiais federais encontraram dez engenheiros chineses trabalhando na sede da empresa, na zona sul do Rio de Janeiro. Segundo o titular da Delegacia de Imigração do Rio, Ricardo Bechara, alguns deles estavam sem documentos e outros tinham apenas o visto de negócios, que não permite o trabalho assalariado no país.

Segundo a Polícia Federal, esse foi o segundo caso em menos de quatro meses, já que, em abril deste ano, autuou 18 engenheiros chineses em outra empresa de telefonia, no mesmo centro empresarial da zona sul. “Tudo indica que isso esteja se tornando uma prática comum. Vamos intensificar o trabalho de fiscalização de imigração, nas empresas que tentam buscar mão de obra especializada estrangeira de forma irregular, deixando de lado a mão de obra especializada brasileira”, disse o delegado.

Além da ZTE, os dez chineses encontrados hoje foram multados em R$ 2.500, cada um, autuados e convidados a deixar o país no prazo de oito dias. Caso contrário, a Polícia Federal poderá pedir à Justiça que eles sejam deportados. (Da redação, com agências)

Anterior ICANN: internacional, mas sem governo.
Próximos Empate adia para quarta decisão sobre monopólio dos Correios