WiFi para internet das coisas pode usar frequência da telefonia móvel


wifiA WiFi Alliance, associação que representa integrantes da indústria de tecnologia WiFi, definiu um novo padrão para redes sem fio domésticas que usa a faixa de frequência dos 900 MHz. O objetivo é usar as baixas frequência com a internet das coisas.

A entidade afirma, porém, que o objetivo é usar apenas a faixa não licenciada dessa banda, entre 902 e 928 MHz, nos Estados Unidos. No Brasil, o padrão coincide com bandas usadas por operadoras de serviço móvel de telefonia.

O novo padrão foi batizado de WiFi HaLow, e se baseia na tecnologia sem fio IEEE 802.11ah, que ainda não foi homologada pela IEEE Standards Association, a entidade que aprova a evolução da conectividade WiFi no mundo. Segundo a associação, a cobertura é mais ampla e capaz de atravessar paredes. O consumo de energia é muito menor, por isso, voltado à internet das coisas.

Difere, portanto, da tecnologia IEEE 802.11ac, que permite conexões sem fio na casa dos gigabits, mas pensada para conexão de dispositivos com interface humana. Os equipamentos que vão receber o certificado de compatibilidade da WiFi Alliance deverão ter embarcados, também, conectividade e 2,4 GHz e 5 GHz. A associação não divulgou cronograma ou previsão de chegada ao mercado de produtos com a nova conectividade.

Anterior Dilma veta acordo do Congresso e smartphone não terá qualquer redução de imposto
Próximos Finep limita equalização do juros de novos projetos

1 Comment

  1. Gustavo
    6 de Janeiro de 2016

    O que seria “internet das coisas” ?