WhatsApp limita ainda mais o encaminhamento de mensagens


O WhatsApp anunciou hoje, 7, que decidiu limitar ainda mais a possibilidade de encaminhar mensagens em massa pelo aplicativo. Esse novo limite entra em vigor assim que uma mensagem for encaminhada anteriormente 5 vezes ou mais. Com medida, o mensageiro on-line mais popular  do mundo pretende conter a proliferação de fake news e desinformação, especialmente neste período de pandemia do Covid-19.

Em comunicado, o WhatsApp afirma que esse limite de encaminhamento criado no ano passado já permitiu diminuir em 25% o número de mensagens encaminhadas em todo o mundo, mas ainda não foi o suficiente. A empresa, que pertence ao Facebook, alega que identificou recentemente um aumento significativo no número de mensagens encaminhadas, por isso a nova limitação. “Acreditamos que é importante desacelerar a disseminação de mensagens encaminhadas para que o WhatsApp continue sendo um espaço seguro para conversas pessoais”, justificou.

Lupa contra rumores

Segundo o WhatsApp, outra medida contra informações inverídicas foi adotada na versão beta mais recente do aplicativo. É a exibição de um ícone de lupa ao lado dessas mensagens frequentemente encaminhadas, dando aos usuários a opção de realizar uma pesquisa na web para encontrar resultados de notícias ou outras fontes de informação.

PUBLICIDADE

“A verificação dessas mensagens, antes do encaminhamento, pode ajudar a reduzir a disseminação de rumores. Este recurso está atualmente em teste e compartilharemos atualizações sobre as próximas etapas”, informou a empresa.

O WhatsApp acrescentou que está trabalhando diretamente com ONGs e governos, incluindo a Organização Mundial da Saúde e mais de 20 ministérios nacionais da saúde, incluindo o do Brasil, para ajudar a conectar as pessoas com informações precisas.

 

Anterior SiDi tem novo chefe
Próximos Trump quer banir operadoras de telecom estrangeiras dos EUA