WhatsApp deixa de compartilhar dados com Facebook no Reino Unido


WhatsApp - logo tsO WhatsApp teria deixado de compartilhar dados de britânicos com o Facebook, dono do app de troca de mensagens. A decisão teria sido tomada após pressões de reguladores, que questionam desde a forma como se dá o compartilhamento, quanto a forma como o WhatsApp alterou seus termos de serviços.

“Acho que os usuários não receberam informação suficiente sobre o que o Facebook vai fazer com as informações e não acho que o consentimento pedido pelo WhatsApp aos usuários é válido”, diz a comissária para a Informação do Reino Unido, Elizabeth Denham, em texto publicado ontem na internet.

Segundo ela, o Facebook concordou em suspender o uso dos dados pessoais retirados do WhatsApp para melhoria de produtos e orientar ferramentas de publicidade. Mas ela quer mais. Pede que a rede social firme um compromisso, segundo a qual se diz disposta a detalhar de que forma os dados serão usados e municiar os usuários com ferramentas para controlar o fluxo dos dados pessoais coletados – algo que as empresas resistem a fazer.

A partilha de dados entre WhatsApp e Facebook foi anunciada em agosto, e se tornou compulsória a todos os usuários que queiram trocar mensagens pelo aplicativos em setembro. Todos receberam mensagens no celular informando sobre os novos termos de serviço. Na Europa, e também no Brasil, no entanto, autoridades e organizações questionam a legitimidade das mudanças.

Anterior Moody's duvida da capacidade do Grupo Telefónica de reduzir endividamento
Próximos Organizações sociais rechaçam novo modelo para as comunicações