Way TV: recurso da Oi deverá ser julgado em três meses.


 A Telemar/Oi ingressou hoje, último dia do prazo legal, com recurso administrativo na Anatel contra a decisão do conselho diretor, que proibiu a empresa de comprar a operadora de TV a cabo mineira Way TV. Embora o recurso seja julgado pelos mesmos diretores que deram voto contrário à operação, executivos da operadora acreditam que poderão …

 A Telemar/Oi ingressou hoje, último dia do prazo legal, com recurso administrativo na Anatel contra a decisão do conselho diretor, que proibiu a empresa de comprar a operadora de TV a cabo mineira Way TV.

Embora o recurso seja julgado pelos mesmos diretores que deram voto contrário à operação, executivos da operadora acreditam que poderão reverter a decisão, já que  a revisão será feita em um novo cenário. Esses executivos lembram que o novo julgamento será feito pelo conselho pleno da agência – os dois novos conselheiros indicados, Ronaldo Sardenberg e Antonio Domingos Bedran, deverão assumir os cargos no final deste mês ou no início de maio –  o que poderá contribuir para a mudança da maioria.

Além disso, argumentam, a agência já anunciou em seminários públicos que estuda mudar o plano de outorgas  dos serviços de TV por assinatura, com a intenção de acabar com as atuais reservas de mercado existentes no segmento de TV a cabo, o que poderá significar uma importante guinada na análise do mérito no processo de compra.

Pelo regimento interno, a agência tem pelo menos  70 dias para analisar pedidos de reconsideração de decisão, e é por isso que, na avaliação da Oi, a palavra final da Anatel só será conhecida daqui a três meses.     

Anterior Anatel proíbe telemarketing de planos em minutos das teles
Próximos Cleber Morais deixa a presidência da Sun