A VU-M continuará caindo, avisa agência


São Paulo – Como é de seu estilo, João Rezende, presidente da Anatel, aproveita grandes eventos empresariais do setor para dar recados para os executivos. E foi o que fez hoje, 16,  em evento da Telcomp 2015. E, entre os recados que deu desta vez, um foi direto para os empresários de celular.  ” Não está no horizonte da agência modificar o degrau de queda da VU-M”, disse, entre um slide e outro.

Com esse recado, Rezende acabou com o pleito de diferentes empresas que pediam para Anatel para “congelar”  o cronograma de redução da tarifa de interconexão, sob o argumento de que a crise econômica está muito mais forte  do que ser previa, além da acelerada queda na receita de voz, provocada pelo ingresso dos serviços OTTS, como o VoIP pelo Whatsapp.

Mas Rezende alertou que a Anatel estabeleceu um cronograma bem elástico (até , ao contrário de outros países, como Chile ou México, que promoveram a redução desta tarifa em mais de 80% a 50% de uma única vez, e que este calendário não irá mudar. “Não vamos modificar o degrau de queda da VU-M”, avisou.

A jornalista viajou a convite da Telcomp.

 

 

 

Anterior Revisão do contrato de concessão fica adiada para 30 de abril
Próximos Compartilhamento e bens reversíveis na agenda regulatória de 2016