Vono simplifica ligações telefônicas por computador


O Vono, provedor de telefonia IP do Grupo GVT, apresenta a nova versão do seu Softfone, com nova interface, que possui semelhança com a tela e o teclado de um aparelho celular. A ferramenta, que permite realizar e receber chamadas telefônicas usando a tecnologia de Voz sobre IP (VoIP) pelo computador, e aumenta a oferta de números locais disponíveis, simplifica a experiência do usuário, permite gravar ligações, acessá-las a qualquer momento, e ainda realizar teleconferências.

Além disso, foi ampliado o número de cidades das quais o Vono oferece numeração local nas regiões Sul e Sudeste do país. Agora é possível realizar chamadas com custo de ligação local, que possibilita uma economia de até 80% em comparação com a telefonia convencional, e obter números telefônicos locais de 244 cidades brasileiras. São 20 novas cidades, incluindo Itapema e Porto Belo, em Santa Catarina, Jundiaí e Sorocaba, em São Paulo, e localidades do interior do Rio de Janeiro. A lista completa de cidades e o funcionamento do serviço podem ser consultados no site www.falevono.com.br.

O novo Softfone permite também ouvir rádios via internet e receber notícias de portais, sites e blogs em tempo real por meio de RSS, que o usuário pode configurar de acordo com sua preferência. A rádio vem configurada para transmitir a “Estação POP”, webrádio do Portal POP do grupo GVT. O RSS também funciona como um canal de comunicação do Vono com os clientes.

Os investimentos na telefonia VoIP são consequências do cerscimento dessa tecnologia em todo o mundo. De acordo com a consultoria In-Stat, em 2013, 288 milhões de pessoas deverão usar a tecnologia VoIP para fazer chamadas. No Brasil, segundo dados do Teleco, 2009 fechou com dois milhões de assinantes VoIP. O Vono cresceu 37,7% no número de linhas no último ano atingido 125 mil linhas em serviço na comparação entre o primeiro trimestre deste ano e o mesmo período do ano passado. (Da redação, com assessoria de imprensa)

 

Anterior Claro e Nokia criam site para a oferta de aplicativos
Próximos Alierta não comenta dissolução da Brasilcel