Volume de serviços de informação e comunicação recua 2,3% em um ano


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou hoje, 13, números sobre a evolução do setor de serviços no país. Em 12 meses, este segmento da economia encolheu 4,8%, em volume. Em maio, a queda foi de 6,1% em relação ao mesmo mês de 2015.

O setor de informação e comunicação sofreu menos que a média nacional. O encolhimento em volume na área foi de 2,3% em doze meses, ou de -2,6% comparando-se maio de 2016 a maio de 2015. Os serviços específicos de telecomunicações encolheram 2,8%, e o de audiovisual, 4,1%. O desempenho dos TICs só não foi pior porque aumentou a procura pelos serviços de TI, que cresceu 0,6%.

Quando a métrica adota é a receita, o impacto negativo é menor. Os serviços de informação e comunicação faturaram 0,4% a menos nos últimos doze meses. Os serviços de telecomunicações tiveram receita 0,8% menor, enquanto os de TI apresentaram expansão de 1,9%. Serviços audiovisuais encolheram 2%.

Este ano, a receita dos serviços de TIC caiu 0,5%. Em maio, cresceu 0,6%, número obtido pela retração de 1% nas receitas de telecomunicações, mas crescimento de 6% nos serviços de TI.

Anterior NI apresenta nova geração de VST
Próximos Pressionado, Uber deixa a Hungria