Vodafone processa Telecom Italia em 1 bi de euros e pode perder operadora na Índia


 

A Vodafone ingressou na justiça de Milão contra a Telecom Italia porque a italiana estaria abusando de seu poder de mercado. Conforme a empresa de celular, a Telecom Italia teria adotado práticas anticompetitivas entre 2008 e 2013 com o objetivo de impedir a competição no mercado italiano de telefonia fixa. Em maio, a agência anti-trust italiana constatou abuso de dominância da controladora da TIM Brasil e impos uma multa de 100 milhões de euros.

 

Segundo a Vodafone, vai ser demonstrado no julgamento como a Telecom Italia atrapalhou os interesses da companhia, fazendo com que perdesse usuários existentes e clientes potenciais através de atividades predatórias e sendo forçada a pagar preços artificialmente altos.

 

Índia

 

Em outra frente, a Vodafone poderá ser obrigada a vender 4,4% da participação indireta que possui na operadora indiana, Bharti Airtel, participação estimada em US$ 1 bilhão. O governo indiano estabeleceu novas regras para o setor, que estabelecem que nenhuma operadora de telecom pode ter participação cruzada na mesa área de prestação de serviço. A norma vai para as 22 áreas de celular, conhecidas como “círculos”. Bharti e Vodafone, primeira e segunda operadoras de celular da Índia, estão presentes nas 22 áreas de serviço.

 

A regra atual permite a propriedade cruzada de até 9,9%, mas a nova regra estabelece que ela deverá ser extinta quando acabar o prazo das licenças. Nas três principais cidades da Índia – Delhi, Mumbai e Kolkata-, as licenças da Vodafone expiram no último trimestre de 2014. ( Da redação, com agências internacionais).



Anterior Lei gaúcha que veda tarifa básica de telefonia é inconstitucional, diz PGR.
Próximos Conselho de Comunicação quer direito de resposta só em caso de informação errônea