Vivo tem mais clientes em 4G e 2G. Claro, em 3G


anatel-figura28-tech-por-empresaO relatório sobre o mercado de telefonia celular publicado pela Anatel é uma fonte interessante de detalhadas e até surpreendentes informações sobre o mercado brasileiro de telecom. Entre as preciosidades encontradas, está, por exemplo, o market share, por tecnologia, entre as empresas de celular no mercado brasileiro.

A agência aponta, por exemplo, que a Vivo é a que tem o maior número de clientes na tecnologia 4G, com 37,5% do total de 25,4 milhões de conexões LTE que existiam no final de 2015, e tem também o maior número de usuários ainda sem acesso à internet, com a tecnologia de voz. A Vivo  é que tem a maior base 2G ainda no país (dados do final de 2015), com 31% do  mercado, de pouco mais de 70 milhões de acessos, revela o estudo.

A TIM carrega a segunda melhor colocação da tecnologia 4G, com 27,9% do market share, seguida pela Claro, com 17,5% e pela Oi, com 13,8%. Quando se trata da 2G, essa é a principal tecnologia ainda da base de clientes da Oi (27%).

Na 3G, quem tem a liderança é a Claro, com 32% do mercado, seguida pela TIM, com 25%.

Conforme a Anatel,  “a partir do 4º trimestre de 2012 o crescimento da base 3G se acentua, coincidindo com a queda da base de 2G. Como o número total de acessos não decresce, percebe-se um natural processo de substituição da base 2G pela base 3G. A base de 2G encerrou o 4º trimestre de 2015 com menos de 75 milhões de acessos, enquanto a base de acessos 3G registrou 150 milhões. Esse natural processo de substituição de padrões tecnológicos faz com que a tecnologia 2G seja rapidamente substituída pelo padrão 3G. Houve um expressivo crescimento da base 3G nos anos de 2013 e 2014 e o total de acessos 3G superou o 2G ainda no terceiro trimestre de 2014. Percebe-se, porém, que a base de acessos 3G atingiu um pico nos segundo trimestre de 2015 e iniciou um declínio. A quantidade de acessos de quarta geração já aparece de maneira significativa e deverá crescer nos próximos trimestres.”

 

Anterior Société Mondiale convoca assembleia de acionistas da Oi, por conta própria
Próximos Vendas de equipamentos de telecom e informática caem 16% até junho

1 Comment

  1. Aldevany Hugo
    10 de agosto de 2016

    Os clientes da Oi refletem apenas o que a estrutura da Operadora oferece, pois a Oi é a empresa com menor cobertura 3G do mercado comparado com as outras três grandes Vivo, Tim e Claro. Se não há cobertura ampla, não tem como os clientes da Operadora Oi estarem inseridos na qualidade 3G, o 2G ainda prevalecerá até que a empresa invista no 3G nos municípios onde atua. Tem cidades do interior com menos de 30 mil habitantes onde somente a Operadora Oi que oferece serviço de telecomunicação, portanto, nestes lugares além de não haver comercio que incentive a concorrência, as pessoas se tornam naturalmente, reféns da Oi e de sua estrutura 2G.