Vivo: “só os burros é que não aprendem”, diz ministro português.


“A gente diz em Portugal que só os burros é que não aprendem”, afirmou hoje, 9, Mário Lino, ministro de Obras Públicas,Transportes e Comunicações de Portugal, ao comentar a opção da Vivo, anunciada em julho, de fazer o overlay de sua rede na tecnologia GSM, depois de ter montado sua operação no Brasil com a …

“A gente diz em Portugal que só os burros é que não aprendem”, afirmou hoje, 9, Mário Lino, ministro de Obras Públicas,Transportes e Comunicações de Portugal, ao comentar a opção da Vivo, anunciada em julho, de fazer o overlay de sua rede na tecnologia GSM, depois de ter montado sua operação no Brasil com a tecnologia CDMA. Lino, que juntamente com o presidente da Portugal Telecom Henrique Granadeiro, teve um encontro com o ministro das Comunicações, Hélio Costa, de manhã, explicou que quando a Vivo fez a opção pelo CDMA era muito difícil prever qual seria a evolução da tecnologia na telefonia móvel. “Escolheu-se uma tecnologia que pareceu ser a mais indicada, mas há que se ter inteligência e capacidade de reconhecer quando a história mostra que uma tecnologia se sobropõe à outra, nós temos que nos adaptar a esta realidade”, afirmou. Segundo ele, a Vivo sentiu necessidade de fazer uma atualização tecnologica. “A gente aprende com a vida”, comentou.
PUBLICIDADE
Anterior Minicom define cronograma para TV digital até o final do mês
Próximos Ministro diz que Funttel receberá mais recursos orçamentários