Vivo lança marketplace de serviços em nuvem


A Vivo Empresas, braço corporativo da Telefônica Brasil, lançou hoje, 26, sua Plataforma Digital. É uma espécie de marketplace que hospedará os principais provedores em serviços de nuvem do mercado, e outros serviços digitais da empresa.

A nova plataforma abriga os serviços Microsoft, como Cloud Azure, Office 365, Dynamics e Windows 10. Também está oferece todo o portfólio Huawei Cloud e Amazon Web Services (AWS). Nos próximos meses, outros provedores de nuvem serão adicionados à plataforma, como o Google Cloud.

PUBLICIDADE

Dessa forma, a Vivo espera completar sua migração para um ambiente “multicloud híbrido”, com as melhores tecnologias em nuvem do mercado em uma única plataforma.

Aos clientes, a plataforma dará acesso a relatórios de consumo online com análises sobre custo versus hora, armazenamento, tráfego de saída de rede, dashboards de monitoramento para melhor gestão de recursos, relatórios personalizados, e outros benefícios. Independente do serviço contratado.

“Com a Vivo Plataforma Digital esperamos proporcionar uma experiência 100% online aos nossos clientes, possibilitando contratação facilitada do nosso portfólio digital e entregando também toda uma camada de gerenciamento destes serviços. Tudo isso feito de maneira simples, fácil e intuitiva”, explica Debora Bortolasi, diretora de Marketing, Produtos e Inovação Digitais B2B.

De acordo com Bortolasi, as empresas têm percebido cada vez mais vantagens na utilização dos serviços de nuvem. Entre as quais, redução de custos, retorno de investimentos e maior disponibilidade das aplicações. “Com este modelo se tornando indispensável, é natural que as companhias busquem uma maior gama de provedores, e é isso que entregamos, além de uma camada de gestão e orquestração destas clouds”, complementa Debora.

Consultoria B2B

Além de oferecer as melhores soluções de cloud do mundo, a Vivo passa também a atuar como consultora digital. A operadora acompanhará o processo de digitalização. Dessa forma, vai planejar e implementar a infraestrutura de TI virtualizada ou em nuvem.

O novo negócio foi batizado Gestão TI. Terá equipe própria e exclusiva da Vivo, que atuará como “guru” das empresas durante esse processo de digitalização. A companhia vai orientar a migração para tecnologias que geram mais produtividade, otimização de custos e eficiência. Neste primeiro momento, a novidade estará disponível apenas para operações em cloud pública, privada ou híbrida, evoluindo para operações em Internet das Coisas.

“Esses dois modelos de negócio estimulam a simplicidade, automação e eficiência digital das empresas, com redução de custos operacionais, para que elas possam responder mais rapidamente às mudanças de mercado. Vamos acompanhar essa jornada digital e garantir que a empresa faça uma migração perfeita para a nova arquitetura em cloud com impacto mínimo nas operações”, finaliza Debora.

Anterior A agência tem feito um grande esforço para atender à política pública de preservar a TVRO
Próximos Desigualdade digital deixa 47 milhões de brasileiros desconectados, aponta pesquisa