Vivo dará franquia no celular a usuários que assistirem a vídeos publicitários


A Vivo se prepara para lançar o Data Rewards, um programa de recompensa para usuários que assistirem a vídeos publicitários. Segundo Fernando Luciano, diretor de SVA e inovação, a ferramenta será um aplicativo instalado nos smartphones dos clientes.

Os usuários vão assistir a anúncios e, em troca, receberão bônus na franquia de dados do celular. A banda utilizada para download do vídeo não será cobrada. “A forma como funcionará e os detalhes vamos divulgar apenas na próxima semana”, disse, ao participar de evento sobre o mercado de apps móveis da Converge Comunicações, em São Paulo (SP).

Ele espera que o produto se torne uma nova fonte de receita para a plataforma Vivo Ads, que reúne as iniciativas de publicidade móvel e acesso patrocinado da operadora.

PUBLICIDADE

“Vamos chegar a 70 milhões de clientes da Vivo oferecendo formatos para competir com os maiores players da mídia digital do Brasil, com oferta de publicidade a um valor específico, mais bem calibrado do que se fosse definido por leilão”, comentou.

Mais digital
O Vivo Ads é o novo nome da área de publicidade dentro da operadora, que nos últimos meses vem passando por uma transformação. “A gente vinha trabalhando com outros produtos em advertising mais focados no core de uma empresa de telecom. Eram SMS, MMS, banner no portal de smartphone da Vivo. O que a gente vem fazendo nos últimos cinco meses é desenvolver produtos mais digitais”, explica o executivo.

Segundo ele, os novos produtos atendem a pedidos dos anunciantes que desejam aumentar a presença digital. “Dentro da plataforma Vivo Ads tem o Data Rewards, o 0800 Dados de um jeito mais moderno e prático; vou ter mídia programática, content injection, instalação otimizada”, rel.

O objetivo da reformulação do departamento é competir em pé de igualdade com Facebook e Google, que ganham fatias do mercado publicitário digital brasileiro a cada mês.

“O tema do Data Reward é importante porque os clientes querem internet móvel. E vamos oferecer isso. A gente começa com o vídeo view, depois avança para o lead generation, e depois para o app installment”, afirma. Todas as modalidades começam a funcinar este ano. O vídeo será a primeira, já a partir de segunda-feira, 09.

Anterior MiniCom quer preservar liberdade de escolha do consumidor
Próximos Teles afirmam que cumprem leis e contratos. Mas insitem: rede é finita.