Vivendi vai encerrar o app Studio+


O grupo francês de telecomunicações Vivendi está encerrando as atividades de uma de suas grandes apostas no segmento de conteúdo, o Studio+. O app foi lançado em 2016, e chegou a ter adesão da Vivo no Brasil. Conforme a imprensa francesa, em menos de dois anos, o serviço só fez dar prejuízo. Ao todo, originou € 48 milhões (R$ 216 milhões) de perdas.

No final de 2017, a empresa chegou a anunciar que tinha 5,3 milhões de usuários. Com o fechamento, o mercado especula se a cifra era verdadeira, ou se correspondia a ofertas de degustação.

O app tinha como diferencial a produção de conteúdo em vídeo pensado para a tela do celular. Ou seja, trazia séries curtas e filmadas na vertical. O intuito era seduzir o público jovem, na esteira do aumento do uso de aplicativos como Instagram e Snapchat, que à época via crescer o uso de vídeos em stories ou funcionalidades similares.

A equipe por trás do serviço era composta por 11 pessoas, que já teriam sido realocadas dentro da Vivendi. Em 2017, a receita do produto ficou em € 6,8 milhões, nem de longe compensando o investimento inicial feito em 2016, de € 30 milhões. (Com noticiário internacional)

Anterior Vivo ativa rede de fibra em mais uma cidade do interior paulista
Próximos Portabilidade atinge 3,13 milhões de linhas no 1º semestre