Vivendi lucrou € 2,7 bilhões em 2010


A Vivendi, companhia francesa do setor de telecomunicações e entretenimento (no Brasil é dona da GVT), contabilizou um resultado líquido de € 2,698 bilhões (ou € 2,19 por ação) em 2010, um aumento de 4,4% sobre o lucro líquido de    €2,585 bilhões (ou €2,15 por ação) em 2009. A receita do grupo teve aumento de 6,4% e atingiu €28,878 bilhões, comparada a €27,132 bilhões em 2009.

O Ebita da companhia foi de €5,726 bilhões, comparado a €5,390 bilhões em 2009, um aumento de 6,2% ou de 4,5% a uma taxa de câmbio constante. Este aumento reflete o respectivo desempenho da Activision Blizzard (+ € 208 milhões), Grupo Maroc Telecom (+ € 40 milhões) e Grupo Canal+ (+ € 38 milhões), além da consolidação da GVT (+ € 257 milhões).

O CEO da Vivendi, Jean-Bernard Lévy, considerou os resultados positivos. “Todos os indicadores avançaram em comparação com 2009. O desempenho foi impulsionado pelo crescente investimento, especialmente em videogames, no Brasil e na banda larga na França. Apesar das dificuldades econômicas e das obrigações regulatórias e fiscais em relação aos nossos investimentos, nossos resultados devem apresentar leve crescimento em 2011 em perímetro constante com a manutenção de altos dividendos”, disse o executivo, em comunicado.

O grupo Vivendi reúne a empresa global em videogames Activision Blizzard; a Universal Music Group; a operadora de telecomunicações na França SFR; a operadora marroquina Maroc Telecom Group; a empresa de TV paga na França Canal +; além da GVT no Brasil. (Da redação)

Anterior Harris assina contrato de US$ 14 mi com Ministério da Defesa
Próximos Cade admite intervir nas negociações dos diretos de transmissão de jogos