Vivendi estaria disposta a vender participação na Telecom Italia


A Vivendi, empresa francesa de telecomunicações, estaria disposta a abrir mão da participação que tem na Telecom Italia. O motivo é seu interesse na Mediaset, companhia de mídia pertencente ao ex-premiê italiano Silvio Berlusconi.

Atualmente, a Vivendi tem 24% da Telecom Italia, operadora que no Brasil controla a TIM, sendo sua maior acionista individual. Caso venda as ações, pode levantar € 3 bilhões, ao mesmo tempo em que deixa de enfrentar o escrutínio dos reguladores do país, que já avisaram não permitir o controle em ambos os negócios.

A compra do controle da Mediaset não seria em dinheiro, mas realizada por troca de ações, o que faria de Berlusconi um sócio na Vivendi. Segundo o site Bloomberg, a Vivendi teria negado o plano. Diz que é um acionista de longo prazo da Telecom Italia (dona da TIM no Brasil), e não pretende vender sua participação. (Com agências internacionais)

 

Anterior Trump toma posse e já teria nome para comandar a FCC
Próximos Anatel traduz regulamento de acessibilidade para Libras

1 Comment

  1. Reinaldo
    26 de Janeiro de 2017

    A história da TIM é o “poderia”, poderia ter sido a maior operadora de Sp de banda larga, estava muito forte em 2012 cabeando forte vários bairros, ai parou do nada.Em 2008 a vivo começa a comprar da Telecom Itália e ao longo dos anos foi comprando ações até ser a acionista majoritária em 2013-14, como sócio poderiam concorrerem? ai quando se viu livre da Telefônica, foi “vendida” a Vivendi que virá sócia da Telefônica, se eles quisessem investir em banda larga não teriam vendido a GVT. será que eles andarão com as próprias pernas e deixarão de ser sub empresa de alguém algum dia?