Vivendi, dona da GVT, anuncia cortes de investimentos na França


 

O CEO da Vivendi, controladora da GVT no Brasil, Jean-Bernard Lévy, anunicou para investidores que irá promover uma série de cortes na operadora de celular SFR, porque estaria sofrendo uma forte competição do mais recente competidor no mercado francês, a Free Mobile.

 

O executivo descartou mais de 100 projetos que estavam para ser lançados; anunciou cortes nas receitas com publicidade; parou o recrutamento de mão-de-obra, congelou o quadro de trabalhadores e proibiu a abertura de lojas novas, entre outras medidas que ainda serão analisadas pelo board no dia 6 de junho.

(Da redação, com agências internacionais)

 

Anterior Bechara vai relatar edital das frequências de 450 MHz e 2,5 GHz
Próximos Empresas de telefonia e TV paga estão entre as 15 mais reclamadas no Procon no trimestre