Vivendi desiste de renovar conselho da Telecom Italia


 

O grupo francês Vivendi desistiu de alterar a composição do conselho de administração da Telecom Italia, a dona da TIM Brasil. O anúncio foi feito durante a assembleia de acionistas, realizada na última sexta-feira, 29.

A acionista justificou a decisão afirmando que foi convencida pelo CEO da Telecom Italia, Luigi Gubitosi. Ele teria prometido mudanças na gestão da tele, mais transparência, e afirmado que tem apoio dos integrantes do conselho para promover mudanças estratégicas que iriam ao encontro de interesses da própria Vivendi.

O fundo de investimentos norte-americano Elliott, com quem a Vivendi trava há um ano uma ferranha disputa pelo controle da Telecom Italia, emitiu pronunciamento do qual elogiou a postura da Vivendi  ressaltando que apoiará as decisões de Gubitosi como CEO.

Durante a assembleia, os acionistas aprovaram a distribuição de dividendos oriundos das reservas da operadora para os donos de “savings shares” (tipo de ações sem direito a voto), a partir de 26 de junho. A consultoria Ernst & Young foi aprovada para ser a auditoria externa do grupo até 2027. Foram recusadas as propostas do conselho para a remuneração dos executivos.

Anterior Vivo inicia vendas de FTTH em mais três cidades de São Paulo
Próximos Pontes promete produto revolucionário do Ceitec, para evitar privatização