Virgílio Almeida deve ocupar a Secretaria de Política de Informática do MCT


O professor do Departamento de Ciência da Computação do Instituto de Ciências Exatas (ICEx) da UFMG, Virgílio Almeida, deve ocupar a Secretaria de Política de Informática (Sepin) do Ministério da Ciência e Tecnologia em substituição a Augusto César Gadelha. A nomeação já passou pelo crivo da presidente Dilma Rousseff e deverá sair nos próximos dias. Almeida ocupava a representação da comunidade científica no Conselho Deliberativo do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Virgílio Almeida graduou-se em Engenharia Elétrica pela UFMG em 1973. Concluiu o mestrado em Informática pela PUC do Rio de Janeiro (1980) e o doutorado em Ciência da Computação pela Vanderbilt University (1987). É membro da Academia Brasileira de Ciências. De acordo com dados informados no Currículo Lattes, seus interesses de pesquisa concentram-se em vários aspectos de sistemas de computação, atuando sobretudo nos seguintes temas: sistemas distribuídos em larga escala e suas propriedades, internet, caracterização de tráfego e cargas de trabalho, medição, modelagem analítica de performance e planejamento de capacidade de infraestruturas de processamento de informação.

CNPq

Outro nome decidido para o MCT é o de Glaucius Oliva, diretor do Instituto de Física da USP São Carlos, para ocupar a presidência do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico). Professor titular, Oliva é formado em engenharia eletrônica pela instituição em que leciona. Seu doutorado foi defendido na Universidade de Londres, na área de ciências. O professor é membro titular da Academia Brasileira de Ciências.

Também já é dada como certa a ida do professor Carlos Nobre, atual Chefe do Centro de Ciência do Sistema Terrestre do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisa Espacial) para a Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento (Seped) do ministério. Nobre é administrador de ciência e tecnologia, diretor de pesquisa, engenheiro eletrônico , pesquisador científico e professor titular. Formado no Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos, fez doutorado em Meteorologia no Massachusetts Institute of Technology (MIT), nos EUA.

A secretaria-executiva do MCT continuará comandada por Luiz Antonio Rodrigues Elias. Ele aceitou o convite feito pelo atual ministro, Aloizio Mercadante.

Anterior Oi vai usar o prefixo 2014 em 11 estados durante a Copa
Próximos Huawei contesta resultado do pregão da Telebrás