Verizon fica com a Straight Path


shutterstock_Grey Carnation_Tecnologia_Tendencia_Telefonia_Movel_5G

Acabou a disputa por fatia do espectro de 39 GHz e 28 GHz que vinha acontecendo entre AT&T e Verizon, com o anúncio nesta quinta-feira, 11, de que a segunda venceu. A Verizon será a compradora da Straight Path, empresa dona de licenças para operar em todos os Estados Unidos nessas faixas de frequência. A operadora vai pagar US$ 3,1 bilhões (quase R$ 10 bilhões), superando a proposta da AT&T, de US$ 1,6 bilhão.

O valor pago pela Verizon é também 486% mais alto que o preço de mercado da Straight Path no começo do ano, quando esta anunciou que estava à venda. A aquisição faz mais sentido para a Verizon, que não participou do último leilão de espectro da FCC, do que para a AT&T, que adquiriu lotes em 600 MHz.

Ainda assim, levanta dúvidas sobre como a derrotada vai em explorar a tecnologia 5G. As ondas milimétricas são vistas por fornecedores como essenciais para entrega de serviços inovadores de alta capacidade e baixa latência na transmissão de dados, embora tenham alcance menor que frequências mais baixas.

A incorporação da Straight Path com a Verizon ainda depende do aval da Federal Communication Commission. As empresas acreditam que o processo de aquisição, e autorização da FCC, serão concluídos em nove meses. A transação será completamente realizada por meio de troca de ações.

Anterior TCU arquiva denúncia contra venda de posição orbital brasileira
Próximos MCTIC pretende preservar os ativos conquistados com a Lei de Informática