VeriSign segue firme no mercado de entretenimento móvel


Apesar de ter vendido o controle da sua subsidiária Jamba (ringtones) à News Corp., a VeriSign continua animada com o mercado de conteúdo móvel, e com a receita que lhe tem proporcionado. E acaba de lançar uma nova aplicação de mensagem de texto que permite ao usuário participar (e ganhar dinheiro) em concursos via mensagem …

Apesar de ter vendido o controle da sua subsidiária Jamba (ringtones) à News Corp., a VeriSign continua animada com o mercado de conteúdo móvel, e com a receita que lhe tem proporcionado. E acaba de lançar uma nova aplicação de mensagem de texto que permite ao usuário participar (e ganhar dinheiro) em concursos via mensagem de texto.

De acordo com o relatório trimestral da VeriSign, os serviços de conteúdo Jamba!/Jamster geraram receita de US$ 74 milhões no período, e a m-Qube contribuiu com um faturamento de US$ 12 milhões. No ano passado, a VeriSign fez uma série de aquisições na área de entretenimento móvel. Além da m-Qube, especializada canalização móvel e pela qual pagou US$ 250 milhões, comprou, por US$ 67 milhões, a Kontiki, que desenvolve sistemas gerenciados de entrega peer-to-peer, que possibilitam a entrega rápida de serviços em banda larga. E a européia 3United, especialista no provimento de aplicações.

(Da Redação, com noticiário internacional)

Apesar de ter vendido o controle da sua subsidiária Jamba (ringtones) à News Corp., a VeriSign continua animada com o mercado de conteúdo móvel, e com a receita que lhe tem proporcionado, segundo a porta voz Allison Flerl. E acaba de lançar uma nova aplicação de mensagem de texto que permite ao usuário participar (e ganhar dinheiro) em concursos via mensagem de texto.

De acordo com o relatório trimestral da VeriSign, os serviços de conteúdo Jamba!/Jamster geraram receita de US$ 74 milhões no período, e a m-Qube contribuiu com um faturamento de US$ 12 milhões. No ano passado, a VeriSign fez uma série de aquisições na área de entretenimento móvel. Além da m-Qube, especializada canalização móvel e pela qual pagou US$ 250 milhões, comprou, por US$ 67 milhões, a Kontiki, que desenvolve sistemas gerenciados de entrega peer-to-peer, que possibilitam a entrega rápida de serviços em banda larga. E a européia 3United, especialista no provimento de aplicações.

(Da Redação, com noticiário internacional)

Anterior Nametones TIM
Próximos Telecom Itália leva a AOL alemã