Ver TV ganha licença para prestar serviço móvel


shutterstock_Larisa Lofitskaya_Congresso_Nacional_regulacao_Anatel

A Anatel autorizou hoje, 9, a Ver TV operadora de TV paga que atua em Campos, no Rio de Janeiro, a prorrogar a ocupação de suas frequências que eram originárias do extinto serviço de MMDS.

A novidade da decisão, que teve como relator o conselheiro Igor de Freitas, é que a operadora, além de ter sido autorizada a ocupar faixa de 2,570 MHz a 2,670 MHz para os serviços de TV paga (SeaC) e banda larga (SCM), também teve o pleito atendido para a ocupação da faixa de 2,500 MHz a 2,510 Mhz e de z, 2.570 MHz a 2.620 MHz e de 2.620 MHz a 2.630 MHz.

A agência decidiu a favor do pleito da empresa, porque ela o MMDS liberou espectro para a telefonia celular e foi vendido em licitação. Mas para a empresa poder prestar o serviço de 4G na cidade, terá ainda que obter a outorga de celular.

A agência está cobrando o preço de R$ 22,4 milhões por todas essas licenças, mas com condições de pagamento bem mais vantajosas, para estimular a competição.

 

 

 

 

Anterior Saem novas regras de numeração
Próximos Consumidor poderá fazer "test drive" de celular