Venda de módulos de IoT para celular chega a 221 milhões unidades em 2018


Projetado pelo Freepik
Projetado pelo Freepik

Os embarques globais de módulos de IoT celular cresceram 16% em 2018, atingindo o recorde de 221 milhões de unidades. Quatro grandes fornecedores – Sienna Wireless, Sunsea AIoT, Genalto e Telit –, que detêm hoje 61% desse mercado, foram as responsáveis pela expedição dos módulos.

“A receita anual do módulo IoT para esses players cresceu 13%, US$ 1,85 bilhão”, segundo a consultoria Berg Insight. Os novos padrões 3GPP para LTE – Cat M e NB-IoT serão a tendência, nos próximos cinco anos. Além de viabilizar a conexão de novos aplicativos, esses módulos  são projetados para reduzir a complexidade, limitar o consumo de energia e atender o mercado de massa com preços mais razoáveis.

Vários fornecedores avisam que o módulo 5G NR estarão disponíveis para os desenvolvedores até o final do ano. A empresa de consultoria estima que os primeiros adeptos serão as fornecedores que atuam nos segmentos de PC, redes e OEM.

Anterior TIM diz ao Cade que fusão Claro-Nextel pode configurar o duopólio na telefonia móvel
Próximos Cade abre investigação contra Google por supostas práticas anticompetitivas