Venda de equipamentos de informática e comunicação recua 2,4% em junho


A venda de equipamentos e material para escritório, informática e comunicação caiu 2,4% em junho na comparação com o mês anterior. Em relação a igual mês do ano passado, a queda foi maior ainda, de 8,8%. Com isso, o acumulado no ano teve variação negativa de 0,1% e nos últimos 12 meses a variação negativa ficou em 0,9%.

A elevação da inflação dos produtos eletrônicos contribuiu para o resultado negativo desse setor, como afirma o IBGE, durante a divulgação da pesquisa mensal do varejo, nesta quarta-feira, 7. No que se refere a renda, o desempenho também deixa a desejar. Em junho, na comparação mês a mês, a receita recuou 4,2%. Em relação a junho do ano passado, a queda é de 7,1%. No semestre, porém, a receita obtida é 2,3% maior e 0,4% positiva no acumulado dos últimos 12 meses.

O varejo nacional, no entanto, ficou praticamente estável, com variação de 0,1% frente ao mês imediatamente anterior. Em relação a junho de 2018, o comércio varejista recuou (-0,3%). Além do menor ritmo das vendas, houve a influência negativa do calendário nessa comparação pois, em 2019, o mês de junho teve dois dias úteis a menos do que em 2018. O acumulado no ano avançou 0,6%. No acumulado nos últimos doze meses ao passar de 1,3% em maio para 1,1% em junho, sinaliza perda de ritmo das vendas e permaneceu em trajetória descendente iniciada em fevereiro de 2019 (2,4%).

PUBLICIDADE
Anterior Em CPI, Claro cobra atualização da Lei das Antenas de São Paulo
Próximos Software customizado é tributado em 32%, diz Receita Federal