hacker-seguranca-conexao-dados-criptografiaA Verizon está insatisfeita com a revelação de que a empresa de internet Yahoo enfrentou uma falha de segurança há dois anos que resultou no vazamento de 500 milhões de dados pessoais de seus usuários. Diante disso, pediu ao Yahoo para provar que o vazamento não trará impactos negativos ao negócio. Caso não consiga, pode rever a compra de US$ 4,83 bilhões.

“Temos base razoável para acreditar que o impacto foi material, e estamos trabalhando como Yahoo para demonstrar a extensão desse impacto. Se eles disserem que não é material, precisarão provar”, alertou Craig Silliman, conselheiro geral da Verizon. De acordo com a extensão, vai exigir compensações, podendo até mesmo retirar a oferta.

O acordo de compra prevê a desistência do negócio caso surja fato novo que demonstre impacto material sobre os ativos. A Yahoo disse, porém, que o valor da companhia não foi afetado, e que continua a trabalhar na fusão com a Verizon.

A compra foi aprovada pelo regulador antitruste dos Estados Unidos. Mas ainda depende de aval do regulados do mercado financeiro local e da Comissão Europeia para ser concluído. (Com agências internacionais)