Valores de referência da VU-M entre 2016 e 2019 e EILD para 2016 são publicados


A Anatel publica, nesta segunda-feira (7), os valores de referência do uso das redes móveis (VU-M) e de links de internet no atacado (EILD) que as empresas com Poder de Mercado Significativo (PMS) poderão cobrar entre 2016 e 2019. Os novos preços foram estabelecidos tendo como base o modelo de custos e não consideram os impostos devidos.

No caso da VU-M, os valores de referência são únicos por cada região e foram estabelecido em R$ 0,09317, R$ 0,10309 e R$ 0,11218, para as regiões 1, 2 e 3 respectivamente em 2016. Em R$ 0,04928, R$ 0,05387 e R$ 0,06816, em 2017. Em R$ 0,02606, R$ 0,02815 e R$ 0,0414, em 2018. E em R$ 0,01379, R$ 0,01471 e R$ 0,02517, em 2019. A queda da tarifa de referência chega a 90% em 2019.

Os valores de referência para EILD variam de acordo com as operadoras e a capacidade contratada e valem apenas para 2016. Os preços vão de R$ 437,03 e R$ 3.203,34, considerando as três regiões.

Também foram publicados os atos definindo os valores máximos a serem cobrados pelas concessionárias para uso da rede fixa, entre 2016 e 2019, nas modalidades de chamadas locais e de longa distância. Para 2015, os preços dessas tarifas serão os mesmos estabelecidos em 2014.

Anterior Zerbone: decisão sobre VU-M dá credibilidade e previsibilidade para o setor
Próximos Compartilhamento de endereços IPV4 degrada serviços e prejudica VoIP