Usuários querem liberdade nos aplicativos móveis


Novo estudo "Go mobile, grow", elaborado pelo Institute for Business Value (IBV) da IBM, aponta que 80% dos clientes preferem que os provedores possibilitem a eles mais poder de escolha dos aplicativos e serviços oferecidos nos aparelhos móveis. A IBM entrevistou quase 700 clientes ao redor do mundo sobre suas preferências em relação ao acesso …

Novo estudo "Go mobile, grow", elaborado pelo Institute for Business Value (IBV) da IBM, aponta que 80% dos clientes preferem que os provedores possibilitem a eles mais poder de escolha dos aplicativos e serviços oferecidos nos aparelhos móveis. A IBM entrevistou quase 700 clientes ao redor do mundo sobre suas preferências em relação ao acesso da internet móvel. A análise revela ainda que 69% dos entrevistados querem dispositivos abertos à personalização e  à configuração de aplicativos.

A pesquisa constatou também que quase 60% dos entrevistados estão interessados em serviços bancários pela telefonia móvel. Outros serviços incluem e-mail, mensagem instantânea, comércio de ações, notícias e navegação em geral.  A popularidade de aplicativos de entretenimento está crescendo, e o estudo constatou que 53% dos clientes estão interessados em IPTV e 45% em comprar música por aparelhos celulares.

Estima-se que o mercado de serviços de internet em terminais móveis atingirá US$80 bilhões até 2011. Esse crescimento demandará novos serviços, como a propaganda. No mesmo período, projeções indicam que o número de usuários da internet no mundo será próximo de 1 bilhão, um aumento de 191% desde 2006 e uma taxa anual de crescimento de 24%. (Da Redação, com assessoria de imprensa).
 

Anterior Para STJ, teles não respondem por restituição de ICMS
Próximos Lucro da Embratel Participações tem queda de 17,8% no 3T08