União Europeia vai aumentar impostos sobre gigantes digitais


Intenção é fazer Amazon, Facebook, Google e congêneres recolher tributos no país onde prestam serviço, não apenas na sede regional, onde costuma haver benefícios fiscais.

continente-europeu-europa-mapa

A União Europeia pretende elevar os impostos cobrados das empresas de internet, como Google, Amazon e Facebook. Os planos serão divulgados oficialmente ainda neste mês. A informação partiu do ministro das finanças da França, Bruno Le Maire, em entrevista ao jornal Le Journal du Dimanche.

Segundo o político, a UE pretende taxar em 2% a 6% os negócios das gigantes digitais no velho continente. As medidas devem ser implementadas rapidamente, completou ele, para evitar que se caia em negociações sem fim com os envolvidos. O imposto deverá ser pago no local em que o serviço for prestado, mesmo que a sede europeia da empresa fique em outro país do bloco.

Dessa forma, a UE quer evitar que as companhias usem de manobras financeiras para pagar menos tributos em países como Irlanda e Luxemburgo, embora a maior parcela das vendas aconteça no restante da Europa.

A nova política tributária para as OTTs está sendo patrocinada por Alemanha, Espanha, França e Itália. A Irlanda, que oferece benefícios fiscais para receber empresas de tecnologia, afirma que a mudança deverá prejudicar sua economia.

Le Maire ressaltou, ainda, que se a tributação se mostrar muito modesta, poderá ser alterada no futuro próximo. O importante, defendeu, é que seja implementada logo. (Com agências internacionais)

Anterior STF vai determinar a responsabilidade de provedores sobre conteúdo de terceiros
Próximos Após adiamento, satélite da Hispasat deve entrar em órbita nesta madrugada