Um milhão de domínios .br registrados


O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br, entidade civil sem fins lucrativos criada para implementar as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br, comemora a marca do milionésicmo domínio .br registrado. Os domínios com essa terminação são geridos e armazenados pelo Registro Brasileiro, sob a coordenação …

O Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR – NIC.br, entidade civil sem fins lucrativos criada para implementar as decisões e projetos do Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br, comemora a marca do milionésicmo domínio .br registrado. Os domínios com essa terminação são geridos e armazenados pelo Registro Brasileiro, sob a coordenação do NIC.br. No Brasil, de acordo com o CGI.br, o crescimento do registro de domínios no último 12 meses foi de quase 20%. Segundo Frederico Neves, diretor de serviços & tecnologia do NIC.br, hoje, a base é de cerca de 800 mil clientes.

O Brasil, também é um dos países que apresenta uma das melhores proporções entre registros nacionais (.br) e genéricos (.com, .net, .org). “Praticamente 90% de todos os domínios registrados por brasileiros, o são sob o .br. Em muitos países o domínio nacional perde para os genéricos”, diz Neves.

Publicação DNS mais freqüente

Desde ontem, 23, a publicação do DNS brasileiro, que era atualizada a cada 8 horas, passou a ser feita a cada 30 minutos. Com isso, um novo domínio começa a ser reconhecido na internet, apenas meia hora após sua criação, numa das mais ágeis publicações de DNS que há hoje na rede. Além disso, os já existentes serão atualizados também com a mesma freqüência.

Distribuição de blocos IPv6

O NIC.br fez acordo com o Registro de Endereçamento de Internet para a América Latina e Caribe – LACNIC, para a distribuição da versão 6 do protocolo internet no Brasil. Com a parceria, o NIC.br terá autonomia no fornecimento do IPv6 no País, como já acontece com IPv4, desde 1994, e não será mais necessário aos interessados brasileiros pedir esses endereços ao LACNIC. “Uma das vantagens da parceria é que ficou mais curto o caminho para a aquisição de um endereço IP ou de um Autonomous System Number (ASN), já que todo o processo será realizado em território virtual brasileiro”, diz o diretor de serviços & tecnologia do NIC.br.

No Brasil existem mais de 300 proprietários de ASNs, entre os quais as empresas de telecomunicações e muitos dos provedores de acesso e conteúdo.

(Fonte: assessoria de imprensa, NIC.br)

Anterior Philips e 3Com desenvolvem soluções VoIP para o Brasil
Próximos Sun compra empresa de gerenciamento de identidade