Um dos donos da Telecom Italia avisa que vai vender suas ações no próximo mês


O mercado especula há algum tempo que a Telco, holding que controla a operadora italiana, e tem a Telefónica como principal acionista, pode se desfazer devido às restrições regulatórias brasileiras.

A seguradora italiana Assicurazioni Generali vai deixar a Telecom Italia em junho, avisou seu CEO, Marico Greco em reunião neste final de semana. “Nós temos duas janelas para a saída: uma em junho de 2014 e outra em fevereiro de 2015. E é mais certo que usemos a janela d e junho”, afirmou Greco em conferência, para anunciar um  novo write down nas ações da operadora italiana, para 72 centavos de euros a ação.

A Generali possui 19,3% das ações da Telco, a controladora que tem a Telefónica como principal acionista. Esta participação confere à seguradora  4,3% das ações  da operadora, o que estaria valendo cerca de US$ 700 milhões. Alguns analistas especulam que a saída da Generali pode ser acompanhada pelos demais sócios italianos que controlam a operadora – o Intesa Sanpaolo e o Mediobanca. ( Com agências internacionais).

Anterior Algar Telecom vai oferecer planos corporativos no interior paulista
Próximos Telcomp recorre ao STF contra lei da Paraíba de TV paga