UIT: DVB-T é padrão em mais de 100 países.


A conferência sobre radiocomunicação promovida pela UIT – União Internacional das Comunicações, e concluída na semana passada, em Genebra, confirmou o DVB-T como padrão adotado pelos 104 países da Europa, África e Oriente Médio presentes ao evento. Esses países somam-se a dezenas de outros na Ásia e Oceania que já tinham adotado o padrão. O …

A conferência sobre radiocomunicação promovida pela UIT – União Internacional das Comunicações, e concluída na semana passada, em Genebra, confirmou o DVB-T como padrão adotado pelos 104 países da Europa, África e Oriente Médio presentes ao evento. Esses países somam-se a dezenas de outros na Ásia e Oceania que já tinham adotado o padrão.

O objetivo da conferência, que reuniu mais de mil delegados, representando os 104 países, foi definir os termos do acordo que vai substituir o plano de radiodifusão analógica existente desde 1961 para a Europa, e desde 1989 para a África. O novo plano aprovado, que contempla a radiodifusão digital, baseia-se no padrão DAB-T para som, e DVB-T para televisão, e cobre uma extensa área do mundo, incluindo Europa, África, Oriente Médio e a República Islâmica do Irã.

A UIT pretende promover a adoção de padrões digitais comuns que permitam o máximo intercâmbio de conteúdos, conhecimentos e aplicações entre países. Na avaliação da UIT, isso contribuiria, por exemplo, para a eliminação gradual da "brecha digital" que separa os países que têm capacidade e recursos para investir em tecnologia dos que não os têm.

(Fonte: assessoria de imprensa, Coalizão DVB Brasil)

Anterior Venda da Impsat na reta final
Próximos Vivo lança promoção para o pré-pago