uber celular freestocks

O Uber aceitou pagar US$ 245 milhões (equivalente a R$ 807 mihões) à Waymo para dar fim à disputa judicial entre as duas companhias. A Waymo, que pertence ao grupo Alphabet, controlador do Google, acusava o Uber de roubar segredos industriais da tecnologia de carros autônomos.

O CEO do aplicativo de transporte, Dara Khosrowshahi, apesar do acordo, afirma que a empresa não roubou nenhum segredo da Waymo para desenvolver sua própria tecnologia de carros autônomos – aqueles capazes de se dirigir sozinhos, sem necessidade de um motorista humano ao volante.

Com o acordo, a disputa legal fica definitivamente encerrada. Em nota, o Uber contemporiza. Khosrowshahi diz que a Alphabet é um importante parceiro (a empresa é uma das investidoras da plataforma). (Com agências internacionais)