Uber fecha com Volvo poderosa frota de carros autônomos


TeleSintese-IoT-Internet-das-Coisas-automacao-rede-conexao-carro-painel-Fotolia_124122125A Uber está fechando um acordo com a Volvo para comprar até 24 mil veículos XC90 entre 2019 e 2021, negócio da ordem de US $ 1,4 bilhão no mercado de automóveis. O objetivo da empresa é preparar  uma frota de veículos totalmente autônomos, que trafegam sem motorista, acelerando suas ambições nessa área. Hoje, a empresa norte-americana já tem cerca de 200 veículos utilitários esportivos da Volvo equipados com seus sistemas de auto-condução que participam de testes em Pittsburgh, São Francisco e Tempe, no Arizona

A Uber vai comprar os veículos da Volvo, e depois adicionar sua própria matriz de sensores ao carro e operá-los – potencialmente sem a necessidade de um humano ao volante. O anúncio da negociação entre a empresa de aplicativo de transporte e a Volvo, segundo o Financial Times, ocorre apenas duas semanas depois que Waymo, a unidade auto-dirigida Alphabet do Google, declarou que estava lançando um piloto de carros totalmente autônomos em Phoenix, no Arizona. A Uber e a Volvo comprometeram-se no ano passado a investir US $ 300 milhões para desenvolver um veículo autônomo, um acordo que incluiu trabalhos de engenharia conjunta para desenvolver os sistemas que tornariam os carros da Volvo prontos para auto-dirigir.

Os SUVs XC90 da Volvo já utilizados para os testes de auto-condução do grupo de tecnologia nos EUA não podem ser conduzidos sem um motorista humano, por segurança, porque eles não possuem sistemas de frenagem e direção redundantes, segundo a Uber. Já os novos veículos serão projetados com sistemas de backups especializados que lhes permitirão operar sem humanos.

Uma questão-chave que enfrenta a Uber é se ela seria proprietária e operadora de carros autônomos, o que significaria elevados custos de capital, ou se terceiros gerenciariam os carros autônomos através do aplicativo Uber.  A empresa está testando ambos os modelos de negócios, e tem uma parceria com o Daimler da Alemanha que vai disponibilizar carros autônomos de sua marca no aplicativo da Uber.

O contrato da Volvo abre um fluxo de receita totalmente novo para o fabricante de automóveis: “Nosso objetivo é ser o fornecedor para provedores de serviço autônomo de viagens em todo o mundo”, disse Hakan Samuelsson, presidente-executivo da Volvo Cars. O acordo da Uber com a Volvo não é exclusivo, tanto esta pode buscar outros fabricantes de automóveis para fornecer veículos, como aquela pode vender seus veículos para outros provedores de serviços os locarem para terceiros. (Com noticiário internacional)

Anterior FCC corta subsídio de telecom a índio e área rural nos EUA
Próximos Anatel vai tomar frequência de 2,5 GHz de provedor que não pedir prorrogação