TVA quer o WiMAX para também oferecer serviço de voz


A operadora de TV paga TVA já está com toda a sua rede de WiMAX montada em Curitiba e na cidade do Rio de Janeiro e só aguarda a homologação dos equipamentos, que é feita pela Anatel, para dar início à oferta comercial dos serviços. “Esperamos que dê tempo para lançar os novos serviços ainda …

A operadora de TV paga TVA já está com toda a sua rede de WiMAX montada em Curitiba e na cidade do Rio de Janeiro e só aguarda a homologação dos equipamentos, que é feita pela Anatel, para dar início à oferta comercial dos serviços. “Esperamos que dê tempo para lançar os novos serviços ainda em 2008, pois, após a homologação, ainda teremos que adquirir os produtos”, explica Leila Loria, diretora geral da TVA. A idéia, segundo a executiva, é cobrir de 60% a 70% da área destas cidades com essa tecnologia, que irá funcionar na freqüência de 2,5 GHz.

A estratégia da empresa é oferecer não só a banda larga de acesso à internet sem fio, mas também telefonia. Ela avalia que a oferta de serviços integrados é uma exigência do mercado: “O mercado hoje é um mercado de pacotes, e quando a empresa perde um assinante , ela perde este assinante em três serviços de uma só vez” salienta Leila.

Cade

PUBLICIDADE

A fusão Brasil Telecom com Oi acabou adiando a análise do Cade (Conselho Administrativo de Defesa da Concorrência) da compra da TVA pela Telefônica. Segundo Leila, “achávamos que a Anatel iria enviar o processo ao Cade no final do primeiro semestre, mas com a história da BrOi ficou um pouco mais complicado. Estamos considerando que o processo será enviado até o final deste ano”, conclui a executiva.

Anterior Costa quer manter empregos na fusão Oi-Brt e Falco diz que cortes serão poucos
Próximos Pro Teste vai à Justiça contra troca de metas