TVA e Telefônica: novo acordo de acionistas fica pronto na próxima semana.


A minuta com a alteração do acordo de acionistas envolvendo a compra da TVA em São Paulo pela Telefônica deverá estar pronta na próxima semana. A informação foi divulgada hoje por Leila Loria, diretora-geral da TVA, após participar da audiência pública do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), para discutir a convergência tecnológica no setor …

A minuta com a alteração do acordo de acionistas envolvendo a compra da TVA em São Paulo pela Telefônica deverá estar pronta na próxima semana. A informação foi divulgada hoje por Leila Loria, diretora-geral da TVA, após participar da audiência pública do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), para discutir a convergência tecnológica no setor de telecomunicações.
 
A alteração do acordo de acionistas visa a atender exigência da Anatel, que aprovou a compra  da TVA pela concessionária, na semana passada, com restrição, por entender que a Telefônica  poderia exercer algum poder de veto sobre decisões da empresa de TV a cabo, mesmo com uma participação acionária abaixo de 20%. Na opinião de Leila, esse acordo de acionistas não é um grande problema e pode ser contornado tranqüilamente. “Vamos trabalhar da forma que a Anatel definiu. Isso não muda em nada a natureza da operação”, destacou.
 
Leila explicou que essa reunião prévia foi inserida no acordo de acionistas para defender os interesses dos acionistas minoritários, porque , segundo o conceito dos advogados, o minoritário deveria ter uma proteção do investimento. Leila disse que assim que a Anatel aprovar o novo acordo, a operação conjunta poderá ser iniciada pela TVA e a Telefônica.
 
Mercado

Leila Loria acredita que o mercado de TV por assinatura tem grande disponibilidade de espectro para a entrada de outros players. “Se todas as teles entrarem no mercado de TV por assinatura no Brasil inteiro, em três anos, os atuais cinco milhões de clientes poderiam virá oito milhões",  previu.

Anterior Ooma promete ligações gratuitas vitalícias
Próximos Cohen é o novo diretor comercial da Gemalto para o Cone Sul