TV paga perde mais clientes em maio. Só grupo Telefônica tem aumento de base


Conforme a agência, o Brasil fechou maio com 19,719 milhões de assinantes, contra 19,761 milhões de abril. Este é o quarto mês da história do serviço em que a base encolhe de um mês para o outro.

A Anatel divulgou a base de clientes de TV por assinatura no mês de maio. E, a exemplo do que ocorreu em abril, houve, mais uma vez uma queda no número total de clientes em relação ao mês imediatamente anterior. Conforme a agência, o Brasil fechou maio com 19,719 milhões de assinantes do serviço, contra 19,761 milhões de abril. Este é o quarto mês da história do serviço em que a base encolhe de um mês para o outro.

As perdas líquidas de clientes ainda são pequenas, mas estão aumentando. Foram 42,5 mil usuários em um mês, mas diferentemente do mês de abril, quando apenas três grupos econômicos registram diminuição de base, em maio, as únicas operadoras que apresentaram aumento de clientes foram a Telefônica e GVT, que integram agora o mesmo grupo econômico. As outras perderam pouco, mas perderam.

Conforme os números divulgados, a Telefônica passou de 798 mil clientes para 807 mil assinates e o grupo Vivendi (GVT), de 958 mil para 979 mil. As líderes de mercado – grupo América Móvil e Sky (comprada pela AT&T) lideram com muita folga o mercado, mesmo perdendo alguns clientes. O líder, Claro Embratel e Net – grupo Claro, hoje – possui 10,198 milhões de clientes (perdeu 25 mil assinantes) e a Sky/DirectTV, 5,698 milhões de assinantes.

A base da Oi caiu de 1,207 milhão para 1,191 milhão de clientes. A tecnologia DTH, via satélite, continua a ser a majoritária, com 60,33% dos contratos. E a de fibra óptica cresceu um pouco, mas só representa 0,62% dos contratos.

Anterior Anatel abre consulta para pesquisa de qualidade percebida
Próximos Desoneração menor da folha de pagamento levará a demissões no setor de TI, diz Assespro