TV paga passa de 19 milhões de assinaturas em julho. Fibra óptica tem maior avanço.


O Brasil fechou julho com 19,08 milhões de acessos de TV paga. No mês, de cada cem domicílios, 29,18 possuíam o serviço. A tecnologia DTH continua liderando com 61,76% de participação, mas perdeu mercado em relação ao mês anterior.  Em seguida vem as assinaturas de TV a cabo, que avançaram para 37,81% do total. E, em terceiro, aparece os usuários do serviço por meio de fibras ópticas (FTTH), com 0,35%. Mas foi essa tecnologia que, proporcionalmente, apresentou maior crescimento entre junho e julho, com alta de 9,2%.

As assinatura a cabo cresceram 1,4%, enquanto os usuários da tecnologia satélite subiram apenas 0,5%. Os contratos na tecnologia MMDS (micro-ondas) foram reduzidos para 0,07% e os de TVA, se mantiveram em 0,02%.

Entre as empresas, o grupo Telmex (NET/Claro/Embratel) avançou de 53,28% para 53,32% entre junho e julho, enquanto a Sky/DirecTV recuou de 29,61% para 29,42% no período. A Oi manteve o terceiro lugar com adições, chegando a 4,81% em julho, ante 4,67% de participação em junho. A GVT manteve o percentual de 4,21% e a Telefônica também teve ganhos de 3,63% para 3,67% entre os dois meses.

Anterior Europa deve dedicar 700 MHz para banda larga móvel só em 2020
Próximos Rezende quer repensar contrato de concessão para ampliar investimentos em banda larga