TV paga está em 10 milhões de casas da classe C


A classe C conta com 10 milhões de assinantes de pacotes de TV paga, afirmou Oscar Simões, presidente da Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA), em conversa com a imprensa hoje, em São Paulo. Segundo dados da associação, 34% da classe C recebem TV por cabo, DTH ou MMDS, aumento de 3% em relação a 2012. Na classe B o aumento foi mais sutil, de 3%, atingindo penetração de 65%. Na classe A houve uma ligeira queda, variando de 88% para 87% das casas com TV paga ao final de 2013.

Apesar do baixo crescimento em assinantes, o setor apresentou ganhos em receita. Apenas no primeiro trimestre deste ano, o faturamento foi de R$ 7,5 bilhões, 15,4% maior que no primeiro trimestre do ano anterior. Segundo Simões, somente entre 5% e 6% do faturamento veio da publicidade. “Em países onde o mercado é maduro, a receita com publicidade passa de 10%”, observa. Ainda assim, o crescimento da receita com publicidade cresceu 60,5% ano a ano, contra 16% da média do mercado (TV tradicional e outros meios).

Simões disse também acreditar que serviços over-the-top (OTT), como o Netflix, não impactam o market share das operadoras de TV por assinatura. O switch off da TV analógica, e consequente plublicização da TV digital, também não. “Não temos percebido impacto do Netflix e das campanhas pela TV digital na participação. Obviamente as pessoas querem escolher o que ver. Os próprios operadores terão ofertas de OTT. Mas, hoje, o Netflix se observa como algo complementar. A TV por assinatura tem uma gama enorme de ofertas, tem notícias, esportes, além de filmes e séries do OTT”, defendeu.

O presidente da ABTA também destacou a rápida transformação do mercado de TV paga. O número de canais em HD disponíveis passou de 31, em 2012, para 64, em 2013. “E durante a Copa houve testes em 4K, até 8K, o que mostra ser um mercado muito dinâmico”, disse. O Brasil, na opinião do executivo, os preços praticados são competitivos. Em um ranking com os 49 países mais ricos do planeta, o Brasil figura como 19º com planos básicos de TV mais baratos. O ranking foi elaborado pela Fipe, a pedido da ABTA, e leva em conta o poder de comprar da moeda. Durante a próxima semana, de 5 a 7 de agosto, acontece em São Paulo a feira e congresso ABTA 2014.

 

Anterior Blackberry adquire empresa alemã de segurança móvel
Próximos IBM Brasil assume a Scopus Serviços, do Bradesco.