Trump sanciona resolução que veta entrada em vigor de regras de privacidade nos EUA


dondald-trump-releaseO presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou na noite de ontem a resolução que impede a entrada em vigor de regras sobre a privacidade de dados pessoais no país. Pelos novos termos, provedores de acesso e operadoras que vendam o acesso à internet poderão capturar dados de navegação dos usuários, de uso de aplicativos, tratar eses dados e revendê-los.

As novas normas foram aprovadas pelo Congresso na semana passada, têm apoio de grandes grupos de comunicação do país, como AT&T, Comcast e Verizon. O texto veta regras impostas pela FCC, a agência reguladora do setor, ainda na gestão de Barack Obama, e que passariam a valer este ano, determinando que apenas provedores de serviços digitais, como Google e Facebook, poderiam coletar, tratar e revender dados de uso dos clientes, e apenas dentro de seus produtos.

Neutralidade
Circulam rumores na imprensa norte-americana que o próximo passo do governo Trump será suspender as regras de neutralidade de rede, também aprovadas durante a gestão Obama. O novo presidente da FCC já estaria estudando formas de retirar a classificação Title II dos serviços de internet, que os torna alvo de regulação tanto quanto serviços públicos de energia e saneamento, e pela qual, facilitam supervisão do Estado. (Com agências internacionais)

Anterior Claro tem novo CEO para Mercado Pessoal
Próximos Câmara aprova urgência para PL e acordo vai preservar Uber