TRT-SP indefere liminar e mantém impedida transferência da Intelig para a TIM


A desembargadora Maria Aparecida Duenhas, do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, indeferiu pedido de liminar impetrado pelos advogados do empresário Nelson Tanure, que pedia o desbloqueio das ações penhoradas para viabilizar a transferência do controle da Intelig para a TIM. No despacho, publicado hoje no Diário Oficial, a desembargadora reconhece a sustentação feita …

A desembargadora Maria Aparecida Duenhas, do Tribunal Regional do Trabalho de São Paulo, indeferiu pedido de liminar impetrado pelos advogados do empresário Nelson Tanure, que pedia o desbloqueio das ações penhoradas para viabilizar a transferência do controle da Intelig para a TIM. No despacho, publicado hoje no Diário Oficial, a desembargadora reconhece a sustentação feita pela defesa de que o bloqueio põe em risco a venda da Intelig para a TIM, mas destaca que "os valores sociais do trabalho e da dignidade da pessoa humana se sobrepõem", numa referência às ações trabalhistas (que geraram a penhora) de 380 ex-funcionários do jornal Gazeta Mercantil, administrado por Tanure até maio, quando a publicação deixou de circular. (Da redação)

 

Anterior Neotec teve acesso hoje aos documentos da proposta da faixa de 2,5 GHz
Próximos Os cabos submarinos começam a chegar na África