Triple play garante sucesso da Net


Consolidada como uma operadora triple play, a Net Serviços comemorou hoje, 21, os resultados do segundo trimestre de 2006. “Os números demonstram um forte crescimento e os investimentos apresentam retorno tangível e visível para os acionistas”, destaca Leonardo Pereira, diretor financeiro e de relações com investidores da companhia. Em TV por assinatura, houve um aumento …

Consolidada como uma operadora triple play, a Net Serviços comemorou hoje, 21, os resultados do segundo trimestre de 2006. “Os números demonstram um forte crescimento e os investimentos apresentam retorno tangível e visível para os acionistas”, destaca Leonardo Pereira, diretor financeiro e de relações com investidores da companhia.

Em TV por assinatura, houve um aumento de 14% no número de assinantes durante o segundo trimestre de 2006 em comparação com igual período de 2005.  Na banda larga, o crescimento foi de 110% no mesmo intervalo. No segmento de voz, o Net Fone via Embratel, lançado em abril deste ano, fechou o mês de junho com 49,3 mil usuários.  A empresa teve lucro líquido de R$ 21,8 milhões,  crescimento de 5,9% contra os R$ 20,5 milhões no 2T05.

Para Francisco Valim, presidente da Net Serviços, o motivo da expansão é justamente o oferecimento dos três serviços simultaneamente (triple play). “Em breve não teremos mais como diferenciar a receita proveniente de cada serviço separadamente”, exemplifica. Quase a totalidade dos assinantes do Vírtua e do Net Fone Via Embratel são clientes de TV paga. O pacote “Combo” é o foco prioritário da Net.

Para este ano, a empresa anunciou investimentos na ordem de R$ 300 milhões, o que não deve ser alterado. Não há previsão de novos investimentos em infra-estrutura. “Nosso conceito é maximizar o que já temos. Temos um potencial de 2,5 milhões de consumidores para banda larga e voz”, revela Valim.  No caso da internet, ele espera que o ritmo de crescimento para os próximos trimestres permaneça estável no mesmo patamar dos períodos anteriores, ou seja, 85 mil clientes a cada três meses.

STFC
Valim também comentou sobre a possibilidade de outras operadoras utilizarem a rede de cabo da Net para oferecerem serviços de STFC local, a exemplo da Embratel (que pertence ao mesmo grupo controlador – Telmex). “Não recebemos nenhuma demanda formal”, diz. “Mas nossa parceria com a Embratel não se resume à exploração pura e simples de nossa rede. É um negócio em que as duas empresas ganham. No caso de outra empresa solicitar nossa rede, teria que ser algo do tipo”, relata.

O presidente da empresa anunciou a chegada do serviço digital de TV por assinatura na cidade de Belo Horizonte. “Ainda deve demorar um pouco, estamos importando os equipamentos. Mas deve chegar à capital mineira no final do terceiro trimestre ou início do quarto”, adianta Francisco Valim.  A TV digital já é oferecida pela Net em São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre.

Sobre o agrupamento das ações da empresa, que terá inicío no dia 1 de agosto, o diretor de relações com investidores, Leonardo Pereira, destaca que esta foi uma demanda dos acionistas minoritários. “Esperamos que essa ação tenha um efeito positivo, principalmente com a diminuição da volatilidade”, encerra.  

Anterior Base de celulares encolhe em junho
Próximos Vivo limpa a base: menos 1,6 milhão de clientes.