Transit fornece rede e numeração para Skype no Brasil


A Skype, empresa de comunicação via internet, acaba de dar seu primeiro passo em solo nacional. Trata-se uma parceria com a Transit Telecom para o lançamento do serviço SkypeIn. Desta forma, o assinante poderá ter um número para recebimento de chamadas locais, que funcionará em qualquer parte do mundo por meio de voz sobre IP. …

A Skype, empresa de comunicação via internet, acaba de dar seu primeiro passo em solo nacional. Trata-se uma parceria com a Transit Telecom para o lançamento do serviço SkypeIn. Desta forma, o assinante poderá ter um número para recebimento de chamadas locais, que funcionará em qualquer parte do mundo por meio de voz sobre IP. A Transit, empresa surgida no Brasil à época da privatização, fornecerá a numeração e a rede pela qual as ligações vão trafegar.

O lançamento foi feito hoje, 31, em São Paulo. Um dos fundadores do Skype, Geoffrey Prentice, presente ao evento, destoava dos executivos brasileiros com roupas esportivas, corte de cabelo moderno e óculos escuros que não sairam do seu rosto. “Desde o início, o Brasil foi um dos principais países a adotar o Skype e hoje é um dos cinco principais no mundo a utilizarem o serviço”, disse Prentice, no entanto, sem revelar o número de usuários no país.

Aliás, tanto executivos da Skype quanto da Transit foram econômicos ao revelar dados sobre a parceria. Nada de previsão sobre receita (e divisão dela), investimentos, estimativas de clientes para os próximos anos. No mundo, há 75 milhões de pessoas registradas no Skype e houve 240 milhões de downloads do software do programa. A empresa nasceu na Suécia, em 2002.

Expansão
No início, o serviço está disponível em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Belo Horizonte, Campinas, Santos, Joinville, Caxias do Sul e São José dos Campos. “Mas, em breve, estaremos em outras capitais como Brasília e Salvador”, anuncia Alexandre Alves, VP de marketing da Transit. A empresa tem, hoje, 41 pontos de presença e, de acordo com Alves, serão mais de 100 ao final deste ano. Com licença STFC, a Transit conta com  17 mil usuários residenciais e 38 mil corporativos nas regiões sul e sudeste.

O SkypeIn não serve para fazer chamadas, apenas recebê-las com número local. Para tanto, o cliente deve  pagar 10 euros (R$ 30,00) por três meses ou 30 euros (R$ 90,00) por um ano, utilizando-se de um cartão de crédito internacional.  Se o usuário quiser ligar do seu computador para um telefone convencional tem que adquirir outro serviço, o SkypeOut.

Geoffrey Prentice disse que o Brasil é um “país de vanguarda na adoção de novas tecnologias” e , por isso, a empresa o priorizou para lançamentos na América Latina. Parcerias semelhantes serão realizadas em outros países do continente. O próximo passo da Skype no Brasil será a venda de cartões telefônicos em bancas de jornais, que deve ser anunciada nos próximos meses.

Anterior TV Digital: primeiro a tecnologia, defende Costa
Próximos Telefônica lança mais 64 mil linhas econômicas