TOTVS Ventures investe em start up de mobilidade corporativa na nuvem


A TOTVS Ventures, novo braço de negócios da empresa de TI, iniciou suas operações com investimento de R$ 3,2 milhões na start-up uMov.me, fornecedora de plataforma tecnológica de mobilidade corporativa na nuvem. O aporte garante à TOTVS Ventures uma participação de 20% na companhia, assumindo compromisso de investimentos futuros em participações adicionais na uMov.me até 2017, com base no seu desempenho futuro.

A solução da uMov.me será oferecida na modalidade software como serviço (SaaS), o que lhe permite aderência às necessidades de empresas dos mais distintos portes e segmentos, e em múltiplas plataformas de smartphones e tablets.

Voltada a investimentos em start-ups classificadas como com alto potencial de mercado, a nova unidade da TOTVS busca alavancar a geração de receitas e crescimento das empresas investidas.

“A atuação da TOTVS Ventures vai além do papel de um investidor financeiro, pois traz a sinergia do Grupo TOTVS como valor agregado. As soluções de mobilidade atualmente ofertadas pela companhia, junto com outros parceiros, continuam sendo oferecidas e evoluídas e, com esta nova iniciativa, iremos também estimular outras soluções baseadas em mobilidade. Inicialmente, os aplicativos, que podem incluir fluxos de aprovação, controle de entregas, inventário de estoque, pesquisas, entre outras, atenderão aos segmentos de Varejo, Distribuição, Logística, Serviços e Manufatura”, explica Alexandre Dinkelmann, vice-presidente Executivo de Estratégia e Finanças da TOTVS.

Para Alexandre Trevisan, diretor presidente da uMov.me, “a parceria com a TOTVS Ventures permitirá intensificar os investimentos na plataforma, gerando ainda mais valor aos clientes e parceiros atuais, além de garantir a evolução do uMov.me no mercado brasileiro e internacional. Combinado a isso, estaremos levando a oferta uMov.me aos canais TOTVS, que compõem reconhecidamente o maior canal de distribuição de software de gestão do Brasil”.

“É importante destacar que a uMov.me preserva sua independência, mantendo e intensificando sua estratégia de desenvolvimento de canais e parceiros como forma de maximizar a capilaridade de distribuição de sua plataforma”, complementa Dinkelmann. (Da redação, com assessoria de imprensa)

Anterior Cidades digitais, instalação de antenas e PNBL 2.0 são temas do encontro entre Bernardo e prefeitos
Próximos Anatel abre consulta sobre proposta de digitalização das comunicações nos aeroportos