TIM vai levar WTTX para cidades médias com 700 MHz


9portal-telesintese-celular-planos-aplicativosA TIM vai reforçar sua infraestrutura de banda larga com a expansão do serviço WTTx (sigla que significa uso de conexão sem fio na ponta que chega ao consumidor), a partir de 2018, para todas as cidades médias onde já opera na faixa de 700 MHz.

“Estamos falando de cidades com menos de 600 mil assinantes”, informa Fabiano Ferreira, diretor da Unidade de Negócio Residencial e PME da TIM, durante o almoço de final de ano da empresa com a imprensa.

Como o orçamento de investimento da operadora ainda está em fase de definição, Ferreira não tem o número de cidades que serão ativadas ao longo do ano. Segundo ele, a ativação será progressiva. A TIM vai fechar 2017 com cerca de 700 cidades onde opera na faixa de 700 MHz, localizadas nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Antes de partir para a ativação em larga escala do WTTx, a operadora desenvolveu, este ano, pilotos comerciais nas cidades de Cuiabá (MT), Campo Grande (MS) e Rio Verde (GO). “É uma solução tecnológica ideal para chegar onde a telefonia fixa não chega”, observa Leonardo Capdeville,

Ao anunciar o novo desenho do serviço Live TIM, durante a Futurecom, Stephano De Angelis, presidente da operadora, afirmou: “A TIM vai alavancar sua rede de ultra banda larga para ganhar participação no mercado residencial. Haverá diferença entre a banda larga [por LTE] pessoal e a residencial”.

FTTH

Também o investimento em fibra até a casa do cliente ou até o escritório vai ganhar novo impulso. De Angelis informou que a empresa vai sair para além das duas grandes metrópoles onde está confinada: São Paulo e Rio de Janeiro, mais outras três cidades na Baixada Fluminense.

Para 2018, ainda sem investimentos definidos, a meta é mais que dobrar o número de cidades onde a operadora tem presença de fibra até o cliente, diz Ferreira.

Anterior LTE chega à marca de 2,5 bilhões de acessos no mundo
Próximos TIM fecha acordo com prefeitura de SP por mais 500 sites de celular

8 Comments

  1. Jorge Ribeiro Damasceno
    9 de dezembro de 2017

    Gostaria de saber se a Tim vai instalar seus serviços na cidade de Santa Bárbara do Pará

  2. Maria rosa de Souza Antunes arruda
    9 de dezembro de 2017

    Eu acho muito bom vai ser muito bom

  3. Carlos Arruda
    9 de dezembro de 2017

    LiveTim é a melhor internet que já usei, tenho a 3 anos e NUNCA tive problemas, completamente satisfeito.

  4. 9 de dezembro de 2017

    Em santa Rita nos estamos precisando muito

  5. Jean
    9 de dezembro de 2017

    Isto é bom o ruim que as cidade de interior. No estado de goias. O sinal da Tim é uma bosta, e a claro e um ótimo sinal. Teria que ser assim igual a claro sinal bom. Espero que a Tim resolva isto

  6. Alexandre
    11 de dezembro de 2017

    Devido a grande quantidade de pessoas com alto poder aquisitivo que mora em condomínios fechados no final do caminho do vinho em São José dos pinhais seria de grande interesse a qualquer operadora chegar primeiro a esse ponto

  7. Rogério Pires
    11 de dezembro de 2017

    A 03 meses a TIM, discretamente, vem cabeando com Fibra Uberlândia – MG. A princípio pensei se tratar apenas de cobertura para os sites (antenas), mas acredito que não, pois a rede está presente em avenidas e ruas residenciais e tanto no centro como nos bairros periféricos! Torço muito para a LiveTIM chegar a Uberlândia.

  8. Aldevany Hugo
    17 de Janeiro de 2018

    Aqui em Moiporá-Goiás sequer tem cobertura móvel 2G da Tim. Seria muito interessante se a Tim olhasse mais para o interior do estado, principalmente aqui onde não existe concorrência nenhuma com a Oi, todo o município sairia satisfeito da Oi e migraria pra Tim com a maior satisfação, aqui ninguém aguenta mais a Oi, nós só usamos Oi porque não tem nenhuma outra opção.