TIM vai em busca de cliente de maior valor no celular


A TIM pretende aumentar a rentabilidade de suas operações móveis em 2020,cuja conta média atual é de R$ 25,00. Para isso, explicou Alberto Griselli, Chief Revenue Office (CRO) da operadora, quer incrementar a experiência do cliente e atuar com mais ênfase no segmento de maior valor, que é o pós-pago. “Pretendemos ter uma atuação cirúrgica, para que possamos passar do volume para o valor”, afirmou o executivo.

Como exemplo desse posicionamento, Griselli citou a recente campanha para o Black Friday promovida pela TIM, que já incluiu aparelhos de mais alto valor, como o Iphone, em suas promoções.  No entender do executivo, para aumentar a rentabilidade e diminuir o churn (desligamento), é necessário um conjunto de atributos que a operadora já possui. E destacou a oferta de aparelhos adequados, posicionamento de marca forte e planos de serviços bons (como o TIM  Família).

Live

Já para o serviço de banda larga fixa, cuja receita cresce 30% ao ano, a operadora mantém a estratégia de ampliação da rede de FTTH (fibra até a casa) para bairros de diferentes regiões metropolitanas e a venda da banda larga fixa sem qualquer  outro pacote agregado.

Presente em 22 estados, o Live da TIM chegará em janeiro do próximo ano em Belo Horizonte e região metropolitana. ” Nós somos os maiores amigos dos OTTS, como o Netflix”, brincou Griselli. Isso porque, alfinetou, ao contrário das demais operadoras, que precisam preservar o legado da TV paga, a TIM vende apenas o serviço de banda larga. ” O cliente compra a banda larga de até 300 Mega conosco e escolhe o serviço que quer assistir”, afirmou.

 

Anterior PL da nova Lei de Informática deve passar por mudanças no Senado
Próximos Brasileiros compraram 4 milhões de smartphones contrabandeados em 2019